Minha Jornada no UX



Tudo começou no final do ano de 2012. A empresa onde trabalhava estava interessada em adotar uma nova metodologia para construção das soluções digitais, e passaríamos a trabalhar com BPM (Business Process Model), que é uma forma de simbolizar o fluxo de um processo ou seu respectivo mapeamento e o Scrum para entregas mais rápidas.

Nesta época estava vindo da área de desenvolvimento de softwares, onde trabalhava mais especificamente com a parte Front End, eu não sabia ainda, mas o contato com o conceito de BPM iria mudar radicalmente meu jeito de trabalhar, e seria também o responsável pelos meus primeiros passos para UX Design.

Digo isso, porque todo desenvolvedor que já teve a oportunidade de trabalhar em uma fábrica de software conhece bem o que é a palavra “retrabalho”, seja por conta da falta de testes de usabilidade, entendimento de escopo, prazos e até mesmo o fluxo do processo não corretamente compreendido.

Assim estava eu tendo meus primeiros contatos com um jeito novo de se pensar a construção de soluções digitais, nesta época junto com o coordenador da área começamos a adotar a Metodologia da BPM para o projeto em que estávamos trabalhando.

Assim fiquei responsável pela parte da descrição das regras de negócio e usuários envolvidos, fornecedores, clientes e suas interações, seqüenciamento do fluxo de tarefas, validações, cenários, realização de pesquisas e enquetes, entendimento das regras de negócio e também das prototipações para validação e testes de usabilidade.

Usar o BPM me propiciou um conhecimento enorme de todas as fases de um projeto, pois na minha visão, eu tinha o melhor dos dois mundos, eu podia trabalhar ao lado dos usuários entendo seus anseios, demandas e como criar soluções que de fato atendessem as suas expectativas, mas também continuava trabalhando com Front End, tanto para os protótipos de baixa quanto de alta qualidade, e muitas vezes também desenvolvendo em Html5, Css3 e Jquery as telas destas soluções.

A experiência foi tão importante que não parei mais.

Anos mais tarde fiz minha Pós Graduação em Gestão de Processos, e passei também a me especializar em web design, uma das minhas paixões. Mas acredito que você deve estar se perguntando onde entra o UX nessa história?

Bem, eu acredito que por ter trabalhado com BPM e ter a oportunidade de entender as fases de um projeto, o lado do usuário, a criação de protótipos e testes de usabilidade e o seu desenvolvimento, fizeram com que minha passagem para trabalhar com UX Design fosse algo bem natural, pois grande parte das atividades de UX Design mesmo que sem saber eu já fazia, e de lá pra cá venho procurando me especializar ainda mais na parte de design.

Enfim, essa é um pouco da minha jornada profissional, caso você queira saber mais vamos tomar um café :p